domingo, 1 de setembro de 2013




Também não sei se o que me prende tanto a você. Deve ser justamente essa impossibilidade de sermos, finalmente, nós.

Caio Fernando Abreu

Nenhum comentário:

Postar um comentário